Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

Acompanhe o texto abaixo publicado em 22/06/2008 pelo Professor que leciona em Ermelino Matarazzo,Rodrigo Ciríaco:A COISA MAIS BONITA DO MUNDO

“A imagem mais bonita do meu sábado de sol e chuva, acordado as cinco da madruga pois eu tinha que trabalhar na escola foi o olhar de um aluno da oitava série. Sim, o Olhar do aluno. A gente lá, fazendo a leitura e conversa da música “Cidadão”, cantada por Zé Geraldo, “Tá vendo aquele edifício moço? Ajudei a levantar. Foi um tempo de aflição, eram quatro condução, duas pra ir duas pra voltar” e ele atento, concentrado, sentado em frente a minha mesa. Estávamos em poucos – quem quer ir para a escola sábado de manhã, repor aula? – todos estavam bem juntos, e ele levantou o rosto. Ficou olhando pra mim mas, não me via. O olhar trespassava a minha pessoa, varava a lousa, parede atrás de mim, cruzava o pátio, percorria as grades e outros muros da escola, alçava vôo e sobrevoava a quebrada, cruzando o Morro do Querosene, o Buraco Quente, todas as casas, quebradas, becos e vielas. E eu olhando para ele, ele olhando para mim, sem me ver. O olhar do meu aluno, suspenso como ele, subia, vendo a Vila Cisper, Ermelino Matarazzo, toda a Zona Leste, cidade de São Paulo, Estado, Brasil, o Mundo e subia vendo as coisas por cima, várias coisas que antes ele não entendia, e passou a entender tanto que depois de uns cinco segundos de estado pasmo ele chegou a dizer: “Putz, muito lôca essa letra, né professor?” e vertiginosamente desceu caindo na real dentro da alma localizada no seu corpo sentado na primeira carteira da segunda fileira da sala cinco, de uma escola estadual, não se sentindo mais o mesmo.”

Comentários

VEJA TAMBÉM