Aloysio Nunes, Secretário do Governo, fica feliz com a escolha de seu nome como Presidente dos festejos do Aniversário de Ermelino e discursa no palanque montado no Largo Primeiro de Maio.

Assista em vídeo de alta resolução este momento e, abaixo, saiba mais sobre este político. Em tempo: aguarde para os próximos dias mais fotos e vídeos em alta resolução da Festa de Primeiro de Maio em Ermelino Matarazzo.

Aloysio Nunes por conta de ações contra a ditadura militar, precisou sair do Brasil. Seu exílio foi na França, de 1968 a    1979, onde fez bacharelado em Economia Política e mestrado em Ciência Política pela Universidade de Paris, assumindo depois a cadeira de professor de Língua Portuguesa. De 1969 a 1973 foi diretor do Instituto de Pesquisa e Formação em Economia do Desenvolvimento, em Paris.

De volta ao seu país, foi Deputado Estadual pelo PMDB em duas ocasiões, de1983 a 1987; líder do Governador Franco Montoro na Assembléia Legislativa, e de 1987 a 1991; Deputado Federal também pelo PMDB, de 1995 a 1999, e já pelo PSDB, de 1999 a 2003, e de 2003 a 2007.

De 1991 a 1994 acumulou as funções de Vice-Governador do Estado – o titular era Luiz Antonio Fleury Filho – e Secretário Estadual dos Transportes Metropolitanos. Foi Ministro Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, de 1999 a 2001; Ministro da Justiça, em 2001 e 2002, no Governo Fernando Henrique Cardoso; e secretário de Governo da Prefeitura de São Paulo, em 2005 e 2006.

Em sua gestão na pasta da Justiça foram realizadas as tratativas para o “Acordo de Fronteiriços”, entre Brasil e Uruguai, que possibilitou que os nacionais residentes de cada região pudessem transitar livremente entre as fronteiras para trabalhar.

Aloysio Nunes ocupa atualmente o cargo de Secretário Chefe da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, administrado por José Serra. É ele quem faz toda a articulação política entre as pastas do Governo e os municípios. É visto como um homem sério e com bastante habilidade política, além do trânsito livre no interior do Estado. Coloca-se inteiramente a favor da inserção de pulseiras eletrônicas no sistema prisional, iniciativa do deputado Baleia Rossi, do PMDB, o que exemplifica a sua maneira apartidária de administrar.

Comentários

VEJA TAMBÉM