base comunitaria policia

11/11/2009

Na última terça-feira (10/11), a comunidade de Ermelino Matarazzo recebeu da Secretária Municipal de Segurança Urbana a primeira Base Comunitária Móvel da Guarda Civil Metropolitana (GCM). A solenidade de entrega da nova viatura, que estará diariamente nas proximidades do centro do bairro, das 7 às 19h, aconteceu no auditório da FATEC Águia de Haia.

A base comunitária móvel é equipada com sistema de radiocomunicação, bancos, uma mesa, toldos de proteção e bebedouro, e se apresenta como uma maneira mais versátil de segurança para a região. “A viatura vem colaborar no suporte à região e aumenta a sensação de segurança uma vez que ela é um meio que pode estar onde a ocorrência e a vulnerabilidade estiverem”, diz o vereador Adolfo Quintas, que solicitou a nova viatura da GCM ao Secretário de Segurança Urbana, Edson Ortega.
Nos locais onde as bases estão localizadas, os índices de violência já começam a cair, e a sensação de segurança a aumentar. “A base móvel é fundamental não só para a região de Ermelino Matarazzo como para toda a cidade. E isso nós já estamos testemunhando aqui na região”, comenta o subprefeito de Ermelino Matarazzo, Eduardo Camargo Afonso.

A articulação entre a comunidade e as polícias tem surtido bons efeitos, um deles o da queda nos índices de homicídios em 14% na cidade de São Paulo no último trimestre. “A entrega destas bases móveis vem ao encontro desta diretriz, de fazer com que o poder público esteja presente nos locais onde as autoridades de segurança, a subprefeitura e a comunidade identificam vulnerabilidades”, diz o Secretário de Segurança Urbana, Edsom Ortega.

Comentários

VEJA TAMBÉM