Spread the love

07/04/2017

Caption Text
Fachada do Hospital Municipal E. Matarazzo

Uma mulher de 20 anos foi presa em São Paulo após seu filho, de apenas 50 dias, ter morrido por causa traumatismo craniano seguido de uma parada cardiorrespiratória. A suspeita é que maus tratos da mãe tenham causado o ferimento no bebê.

Ela foi detida no sábado (1º) após levar o filho, que estava em estado grave, para ser atendido no Hospital Ermelino Matarazzo, na zona Leste da capital. Ela disse aos médicos que a criança devia ter caído do berço após ser amamentada.

Questionada sobre detalhes o acidente, ela simplesmente respondeu “não sei”. O pai do bebê também estava no hospital e a confrontou, acusando-a de estar mentindo.

O médico que examinou o bebê afirmou que ferimento não era condizente com uma queda, porque fratura craniana da criança era de grandes proporções, e notou indícios de maus tratos.

Além disso, no banco de dados no hospital, consta que a criança já havia dado no dia 3 de março, também com traumatismo craniano.

Segundo a polícia, a mulher, que não possui antecedentes criminais, não demonstrou nenhuma sensibilidade ao saber da morte do filho.

Fonte: Metro jornal

Comentários