20/08/2010

A  Campanha de Vacinação Anti-rábica Animal foi suspensa por prazo indeterminado devido às determinações da Secretaria de Estado da Saúde.

A decisão ocorre porque o número de reações adversas notificadas à Coordenadoria de Controle de Doenças do órgão estadual está acima do observado em anos anteriores, podendo, na avaliação dos técnicos da Secretaria, colocar em risco a vida dos animais imunizados.

O maior número de eventos adversos notificados é procedente dos municípios de São Paulo e Guarulhos, onde foram registradas sete casos de choque anafilático em animais vacinados, dos quais seis morreram, sendo quatro gatos e dois cães.

A maior parte das reações tem sido observada em gatos e nos cães de pequeno porte (em torno de 6,5 quilos de peso). Somente na cidade de São Paulo, 85,3% das reações ocorreram com gatos vacinados nos últimos dias 16 e 17.

Também foram constatados quatro óbitos, sendo dois de cães e dois de gatos, no interior de São Paulo. No entanto, nem todos os municípios paulistas iniciaram a campanha de imunização.

O Instituto Pasteur, órgão da Secretaria de Estado da Saúde, irá investigar os óbitos e as reações graves. A secretaria informou ao Ministério da Saúde, responsável pela compra e distribuição das vacinas aos Estados, sobre os problemas surgidos, e aguarda orientações.

Comentários

VEJA TAMBÉM