Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

11/06/2016

ubs ermelino alcool e drogasMovimento em defesa do SUS está sendo articulado pelo movimento Saúde Popular, formado por profissionais da saúde do SUS. O movimento exorta funcionários a enviarem foto com abraço em defesa do Sistema Único de Saúde. Em São Paulo, foram enviadas fotos de abraço em Unidades Básicas de Saúde em Ermelino Matarazzo, zona leste da cidade, e na República, no centro. A iniciativa faz parte da Semana de Mobilização em Defesa do SUS. Da zona leste também foram divulgadas fotos de unidades de São Miguel Paulista, Guaianases e Itaim Paulista

Segundo reportagem da Agência Brasil, “o governo está dizendo que o SUS é grande demais, que gasta mais dinheiro do que podia, e que a gente tem hoje um sistema que não pode arcar com o que promete e, que por isso, tem de ser reduzido”, destacou Tiago Silva, do movimento Médicas e Médicos Populares.

“Mas o SUS é um sistema que ampliou o direito à saúde com posto de saúde, hospital, UPA [unidade de pronto-atendimento], Caps [centros de atenção psicossocial], tudo isso em poucos anos, do ponto de vista histórico. E se a gente for ver, isso está para ser destruído. O pouco que nós conseguimos, neste momento está em risco”, acrescentou o médico.

Para a doutora em ciência política e ex-presidente do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), Sonia Fleury, o que está em jogo é o destino dos recursos públicos, que também financiam o SUS. “O que está em disputa no país em todos esses anos, e agora com muito mais clareza, é a disputa sobre os fundos públicos. Onde vão ser alocados os fundos públicos”, disse. “Nós vamos só pagar dívida, a rentabilidade do capital financeiro e as isenções tributárias, ou nós vamos também cuidar da população como parte dos direitos de cidadania?”, questionou.

Fonte: fots (reprodução de http://cut.org.br/fotos/abraca-sus-27bc/)

Comentários

VEJA TAMBÉM