21/06/2012

Eles começaram a trabalhar há 22 anos, no fundo de casa. Hoje têm 15 máquinas instaladas em um galpão de 200 metros quadrados. “Eu acho que é um mercado infinito, ou você vende a vela de maço, você vende a vela votiva e você vende a vela decorativa”, diz a empresária Kátia Lemes.

São produzidos 600 quilos de velas por dia. A palito tem de 11 cm a 30 cm de comprimento. E a votiva é para sete ou 21 dias. A produção não para. A parafina é derretida em um forno e é despejada nas máquinas.

Do total, 70% do custo de uma vela está na parafina, um derivado do petróleo. Mas o empresário encontrou uma forma de reduzir esse custo. Ele apostou no segmento popular, e acertou: o sebo de boi custa quase a metade do preço da parafina.

O empresário mistura o sebo na parafina e produz uma vela bem mais barata. Custa R$ 0,05 cada. Com esse preço, o tipo de produto virou campeão de vendas na empresa: são 12 mil velas por dia.

Mas a empresa não abandonou o segmento mais caro. Pelo contrário. Eles também fazem velas por encomenda, como as perfumadas, coloridas e até embaladas em latinhas. A vela artesanal costuma dar em torno de 50% a mais de lucro.

Há uma dica importante: uma fábrica de velas precisa ter uma área de testes. “Conforme chega a parafina, tem vez que vem de uma refinaria que é da Bahia ou do Rio de Janeiro, nós efetuamos o teste usando o pavio”, diz Katia.

Hoje a fábrica de velas tem 500 clientes em São Paulo. A maioria das pessoas compra velas por motivos religiosos. Sabendo disso, a empresa colocou imagens de santos nas velas votivas. A mudança fez as vendas dispararem. “O mercado de vela nunca vai parar, porque é uma coisa muito tradicional, que vem de muitos e muitos anos e eu acredito que sempre vai ser um excelente negócio”, diz o empresário.

VELAS COCAR
Contato: Empresário Carlos Eduardo Lemes
Rua Brás Correa, 410 – Ermelino Matarazzo (Parque Boturussu)
São Paulo – SP – CEP:
Telefone: (11) 2546-6590

Fonte: PEGN 17.06.2012/Imagem: Reprodução

Link para assistir o vídeo: http://g1.globo.com/economia/pegn/videos/t/todos-os-videos/v/empresarios-investem-em-fabricas-de-fazer-velas-religiosas-e-decorativas/1994155/

Comentários

VEJA TAMBÉM