29/10/2014

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) enviou ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), na última sexta-feira (24), mapas das regiões onde pode ocorrer falta de água por causa da redução da pressão na rede. A divulgação dos mapas ocorre após solicitação do Idec para o cumprimento da Lei de Acesso à Informação. E um dos distritos que poderão ser atingidos é Ermelino Matarazzo.

A Sabesp contesta a informação e diz que as áreas assinaladas representam locais onde foram instaladas válvulas de redução de pressão, utilizadas para diminuir vazamentos, e nada tem a ver possibilidade de falta d’água.

Em nota, o Idec orienta que “o consumidor deve verificar se está nas regiões críticas e aprofundar as medidas de economia, se programando com antecedência”. Segundo a coordenadora-executiva do instituto, Elici Bueno, a divulgação da informação é considerada uma vitória. “A população de outras cidades e estados atingidos pela crise devem exigir o mesmo dos órgãos competentes.”, disse.

Já o gerente técnico do Idec, Carlos Thadeu de Oliveira, acredita que as informações divulgadas ainda são incompletas. “As informações são pouco precisas e compreensíveis ao cidadão, mas é a primeira vez que a empresa reconhece publicamente que algumas zonas sofrem desabastecimento. O usuário que não estiver nessas áreas do mapa e mesmo assim sofrer com falta d’água, por exemplo, tem mais elementos agora para exigir explicações da Sabesp”.

Fonte: Último Segundo

Comentários

VEJA TAMBÉM