28/08/2011

Os 18 personagens da primeira temporada da série “Reis da Rua”, no ar a partir de amanhã na TV Cultura, têm em comum o sucesso. Mas o sucesso é na quebrada, no bairro, na comunidade.

São pessoas comuns de Ermelino Matarazzo, Cidade Tiradentes, de Guaianases, de São Miguel Paulista,  do Capão Redondo e de outros bairros da periferia de São Paulo que têm atuação real no meio em que vivem.

Movimentam milhares de pessoas, sobretudo pela internet, mas passam ao largo do que é o senso comum de “indústria de celebridade”.

A web se transforma em um verdadeiro “Show de Calouros”, onde uma dançarina de ascendência oriental que vive em Ermelino Matarazzo tem mais de dois milhões de acessos no vídeo que postou no YouTube

O trato com a TV Cultura determinou que a primeira temporada (a segunda está prevista, mas não confirmada) se fixaria em São Paulo.
A equipe sob o comando de Leandro HBL (foto) passou cinco dias com cada personagem, num total de seis meses de produção. E pôde se aprofundar na vida de cada um deles, tanto quanto possível.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM