06/12/2012

O porteiro E.S.A.., 44 anos, foi preso em flagrante na tarde de ontem (5) em Itaquera, zona leste de São Paulo, ao entregar um atestado médico falso para um paciente. Ele atendia como médico e possuía até talonários de um hospital público da região de Ermelino Matarazzo.

Ainda foram encontrados em poder do falso médico dois carimbos com o nome e registro de um profissional da área.

Uma empresa apresentou à polícia 16 atestados falsos para confrontar o estelionatário. Os atestados foram entregues por funcionários da empresa provavelmente para justificar possíveis faltas no serviço.

E.S.A. responderá pelos crimes de estelionato e falsificação de documento.

Fonte: polícia Civil do Estado de São paulo; foto meramente  ilustrativa

Comentários

VEJA TAMBÉM