Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

 

04/11/2012

Atualmente as estatísticas oficiais baseadas nas avaliações da educacão brasileira atestam a importância de várias características das famílias sobre o desempenho escolar dos alunos.

Visando contribuir para esta área de estudo, bem como para a formulação de políticas públicas em educação, um grupo de estudiosas constituiu como objeto de pesquisa as estratégias educativas de famílias residentes em Ermelino Matarazzo. Esta pesquisa, desenvolvida em equipe, pretende contribuir para elucidar a relação das famílias com a educação de seus filhos. O projeto de mestrado visa analisar a configuração social do distrito a partir da década de 1950, período de intensa industrialização do distrito e da chegada de um grande contingente de migrantes ao local. Os procedimentos metodológicos incluem a realização de entrevistas semiestruturadas e aprofundadas com antigos moradores (No. 17) nas quais procuramos obter dados sobre a posição social das famílias, a maneira pela qual chegaram a EM e as estratégias empregadas por eles no que tange à educação de seus filhos.   Esta maneira de construir a pesquisa tem permitido uma abordagem integrada de vários fenômenos sociais, geralmente, tratados na literatura separadamente: a migração para São Paulo, o crescimento populacional, a diferenciação interna de um distrito popular, a relação das famílias com o sistema de ensino e, por último, o florescimento de um mercado escolar,  caracterizado pela presença de escolas privadas interessadas em captar algumas frações dos grupos populares e mesmo de uma nova classe média que hoje aparentemente habita parte do distrito.  O projeto de iniciação científica 1 tem como objetivo identificar, relacionar e reunir os dados estatísticos que devem nos permitir caracterizar objetivamente a situação socioeconomica atual do distrito. O projeto de iniciação científica 2 está responsável por abordar de maneira mais aprofundada as escolas, as famílias e os jovens escolarizados em escolas públicas e privadas de um bairro de Ermelino Matarazzo, por meio de questionários e entrevistas aprofundadas e semiestruturadas com pais,diretores de escolas e jovens usuários do sistema de ensino local. Entre os procedimentos de pesquisa incluem-se entrevistas com lideranças locais, ligados ou não à Igreja católica, aos movimentos sociais e gestores de políticas públicas. Outro procedimento de pesquisa transversal é a análise de dados estatísticos disponibilizados pela Secretaria de Educação estadual e municipal, entre outros órgãos públicos  consultados (SEADE, IBGE, Prefeitura Municipal de São Paulo, etc).

Nos três subprojetos procura-se analisar como se desenvolvem tais estratégias em umcontexto marcado pela emergência de um mercado escolar, caracterizado pela chegada recente de diversas escolas privadas, em um contexto nacional mais amplo de crescimento da renda de maneira mais acentuada nos segmentos mais pobres da população brasileira. Trata-se, portanto, de investigar a relação de famílias dos grupos populares face à modificação da oferta escolar e do mercado de trabalho. Os resultados devem contribuir para a elaboração de novos indicadores sociais, com vistas a subsidiar políticas públicas em educação, voltadas para atender as expectativas e demandas de famílias de origem popular, bem como capazes de oferecer elementos importantes para melhorar o desempenho escolar dos jovens oriundos das camadas populares. 

Fazem parte do grupo de estudo:

  Graziela Serroni Perosa-1; Adriana Santiago Rosa Dantas-2; Isamara Lopes Rocha da Cruz-3; Helena Marcon-4 

1. Orientadora e professora da Escola de Artes Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP) 
2. Linguista pela Universidade Estadual de Campinas. Mestrado em Estudos Culturais na EACH-USP financiado pela Capes. 
3. Graduanda em Gestão de Políticas Públicas na EACH-USP. Iniciação científica 1 financiada pela CNPq.  
4. Graduanda em Gestão de Políticas Públicas na EACH-USP. Iniciação científica 2 financiada pela Fapesp.
 
Fonte: EACH/imagem ilustrativa
Comentários

VEJA TAMBÉM