22/03/2013

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) anunciou nesta sexta (22) o lançamento de sua candidatura para a presidência do Partido dos Trabalhadores, em evento promovido pela corrente interna petista “Mensagem ao Partido” na Câmara dos Deputados. O atual presidente, Rui Falcão, pertencente à corrente Novos Rumos, ainda pode se candidatar à reeleição. A escolha acontece no dia 10 de novembro.

Como plataforma de campanha, Teixeira afirmou que, se eleito, vai trabalhar para promover maior unidade da base aliada ao governo e para atualizar o programa do partido. Além disso, prometeu levar a debate fim do fator previdenciário, reivindicação antiga de centrais sindicais, e temas sensíveis a movimentos sociais, como a maior presença de mulheres no poder.

A candidatura de Paulo Teixeira ganhou apoio do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, e do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, além de vários deputados federais e de movimentos estudantis ligados à legenda.

Teixeira disse que outras duas chapas concorrentes ainda devem ser formalizadas. A assessoria do partido, porém, não informou sobre a inscrição oficial de outras chapas. Os grupos que concorrem às eleições à nível nacional devem se apresentar à Comissão Executiva até o dia 13 de julho.

Paulo Teixeira declarou estar mobilizado a “divorciar o dinheiro da política” e a incentivar a entrada de mais mulheres e jovens nos parlamentos do país. “O fator previdenciário é uma reforma feita no governo Fernando Henrique que tirou direito dos trabalhadores. E nós, como partido político, queremos retomar essas reformas, evidentemente dialogando com o nosso governo”, afirmou Teixeira.

Fonte: G1/imagem: Cláudio H. Nicomedes

Comentários

VEJA TAMBÉM