13/10/2011

Inscrições vão de 14 de outubro a 14 de novembro. Podem concorrer projetos empreendedores que operam há pelo menos um ano em Ermelino Matarazzo e distritos vizinhos. Os  selecionados terão formação técnica e apoio financeiro.
Pelo segundo ano, o Fundo Zona Leste Sustentável abre edital para seleção de micro e pequenos empreendimentos da Zona Leste da capital paulista que receberão apoio técnico e aporte financeiro. A iniciativa é de instituições que visam promover o desenvolvimento local sustentável na região. Entre elas estão: Fundação Tide Setubal, Instituto Votorantim, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae SP), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac SP), Subprefeitura de São Miguel Paulista, Universidade Cruzeiro do Sul, USP Leste e Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. na foto, vencedores do ano passado.

As inscrições começam em 14 de outubro e vão até 14 de novembro. O Fundo Zona Leste Sustentável visa apoiar negócios, formais ou não, que operam há pelo menos um ano em Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Itaquera e São Miguel. Os selecionados contarão com financiamento de até R$ 25 mil. Ao mesmo tempo, seus líderes receberão formação técnica e administrativa. Podem se habilitar: cooperativas, microempresas e negócios individuais e associativos, cada uma com apenas um projeto. As propostas deverão ser preenchidas no site do Fundo — www.zlsustenta.org.br. O resultado sai em 16 de dezembro.

Pré-requisitos e seleção

Além de submeter projeto, o candidato ao Fundo precisará se matricular no curso Empreendedor em pequenos negócios, oferecido pelo Senac Itaquera, gratuitamente. Todos os inscritos poderão frequentar as aulas de capacitação, as quais objetivam auxiliar na elaboração de plano de negócios e apresentar conceitos de marketing, desenvolvimento local e gestão financeira. Para os selecionados no edital, a frequência a 75% do curso será obrigatória. As inscrições estarão abertas no próprio Senac Itaquera, de 14 de outubro a 14 de novembro. Mais informações: www.sp.senac.br/itaquera.

“O principal objetivo do Fundo é beneficiar empreendedores com dificuldade de obter recursos no mercado tradicional”, explica Gabriel Ligabue, consultor técnico do Zona Leste Sustentável. A novidade de 2011, segundo ele, está na área abrangida pelo edital. “Acrescentamos Itaquera em função das oportunidades que serão geradas pela Copa do Mundo nessa região. É uma maneira de preparar e fortalecer os empreendedores locais”.

O Zona Leste Sustentável financiará empreendimentos ligados à sustentabilidade ambiental (energia renovável, gestão sustentável de resíduos e recursos ambientais) e de bens e serviços das áreas de alimentação; confecção, vestuário e acessórios de moda; informática; design (visual, moda, industrial, decorativo); comunicação e marketing. Também estão aptos a concorrer os fornecedores de máquinas, equipamentos e serviços de apoio a esses segmentos.

Os critérios de seleção abrangem a participação de mulheres no negócio, a inclusão de jovens e o compromisso com práticas sustentáveis. Será considerado o potencial de o empreendimento gerar renda e trabalho para moradores da região, além da capacidade de firmar parcerias com outros empreendedores locais, organizações sociais e poder público.

“É essencial o potencial de interação, cooperação, complementaridade e aprendizagem entre os empreendimentos selecionados e com outros já existentes no território. Queremos consolidar o trabalho de formação de cadeias produtivas que foi iniciado no edital de 2010”, enfatiza Ligabue.

Os candidatos ao Edital precisam oferecer contrapartidas econômicas e não econômicas. No caso das econômicas, é obrigatório contarem com recursos de, no mínimo, 30% do valor total solicitado, o que inclui, por exemplo, despesas com manutenção de instalações, água, energia e aluguel. Já a contrapartida não econômica pode ocorrer pela contratação de mão de obra de moradores e uso de fornecedores locais, além do compromisso de formalização dos empreendimentos informais em até 6 meses após o resultado do edital.

Retribuição solidária

Diferentemente do edital passado, os selecionados em 2011 assumirão o compromisso de se tornar apoiadores do Fundo, por meio de um mecanismo de retribuição solidária. O valor desse apoio variará de 20% a 80% do total do repasse, de acordo com o tipo de empreendimento (cooperativa, negócio individual etc.) e do vínculo do projeto com a sustentabilidade ambiental. Essa contribuição terá inicio seis meses após o encerramento do contrato com o Fundo e seu prazo irá variar de 24 a 60 meses, dependendo do valor aportado. O objetivo do novo mecanismo é formar uma rede solidária de apoiadores do Zona Leste Sustentável, para que cada vez mais empreendedores locais possam ser beneficiados nos próximos editais.

O primeiro edital do Fundo Zona Leste Sustentável, lançado em 2010, recebeu a inscrição de 42 projetos. Foram selecionados 12 empreendimentos dos segmentos de alimentação, comunicação, confecção, contabilidade e meio ambiente, estando quatro deles em processo de formalização. Além da injeção de cerca de R$ 350 mil, o Fundo promoveu aos empreendedores capacitações, visando à ampliação da rede de clientes, inovação de produtos e serviços e competitividade no mercado formal.

Mais informações: www.zlsustenta.org.br.

Calendário do Edital 2011

14/10 – Início das inscrições

19/10 – Início de plantão de dúvidas do CMA (Comitê de Monitoramento e Avaliação) e do curso do Senac Itaquera

14/11 – Encerramento das inscrições

16/11 a 14/12 – Avaliação dos projetos

16/12 – Divulgação do resultado

E-mail: edital@zlsustenta.org.br| Site: www.zlsustenta.org.br

Tel.: (11) 3168-3655

Comentários

VEJA TAMBÉM