Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

28/08/2013

Um problema de infraestrutura no campus da USP Leste persiste desde abril do ano passado. O ginásio, interditado pela Diretoria da EACH em conjunto com a Superintendência do Espaço Físico da USP (SEF-USP), continua sem poder ser usado pelos alunos e pela comunidade, resultando em grandes perdas para ambos, como a impossibilidade de se praticar alguns esportes e o encerramento de algumas atividades de extensão.

“Na minha área, que é a de atividades físicas adaptadas, nós tivemos que cancelar alguns esportes que não podem ser realizados na área externa e nem na tenda. A tenda é só uma iniciativa para não ficarmos sem nada, mas ela não consegue se equiparar ao ginásio”, lamentou o professor Carlos Monteiro. “A tenda supriu algumas das atividades de extensão que eram realizadas no ginásio, como tudo o que era vinculado a atividades físicas para idosos, o que precisava apenas de um espaço pequeno. Mas os outros esportes, como o goalball , para deficientes visuais, a tenda não é adequada”, ele completou. “Mas a nossa maior preocupação é quando ele vai retornar. O importante não é nem o que já se perdeu, mas quando poderemos ter o ginásio de volta”, diz Monteiro.

Segundo cronograma disponível no site da EACH, as obras no ginásio deveriam ter começado em março, com o fim das obras previsto para dezembro. Mas não há sinal de reforma no local. A Superintendência de Espaço Físico da USP informou que a licitação para a obra foi vencida pela MKAA Construtora e Incorporações Ltda, que deverá assinar contrato na próxima semana, com o prazo contratual de um ano de obras.

Fonte: Jornal do Campus USP/Foto: Odhara Rodrigues

Comentários

VEJA TAMBÉM