13/05/2015

O pintor Sérgio Cardoso do Campo, de 50 anos, é acusado de matar a mulher Glerystânia Nobrega de Mello, na última segunda-feira (11), usando uma frigideira. O crime aconteceu no bairro vizinho da Vila Cisper. Ele teria tentado suicídio após o assassinato.O resgate foi acionado e levou o suspeito para o Hospital Ermelino Matarazzo. O estado de saúde dele é considerado grave.

De acordo com familiares, o relacionamento de dois anos do casal terminou por ciúmes. O padrasto da vítima, José Tavares, em entrevista à Rede Record, disse que o suspeito era extremamente ciumento. Glerystânia chegou a fazer um boletim de ocorrência relatando que sofria ameaças de morte por parte do suspeito após o término do relacionamento.

A família de Glerystânia afirmou que os dois não estavam mais juntos, porém, segundo vizinhos do suspeito, a mulher foi vista durante visitas na casa de Campo nas últimas semanas.

Após uma discussão, na última segunda-feira, o suspeito pegou uma frigideira e deu vários golpes no rosto da mulher. Ele também abriu a válvula de gás e arrastou o corpo para dentro do quarto, onde tomou cerca de 40 comprimidos antidepressivos para tentar suicídio.

Em depoimento à polícia, a filha do suspeito disse que o pai é depressivo e toma remédios regularmente contra a doença.

Fonte: R7/imagem: reprodução Record

Comentários

VEJA TAMBÉM