hospital ermelino

18/12/2009

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e quatro hospitais da rede pública municipal assinam nesta sexta-feira (18/12), às 15h, acordo estabelecendo que as instituições passarão por avaliações mensais e trimestrais. A nova metodologia é baseada em indicadores constituídos em conjunto pela SMS, por meio de uma consultoria especializada e pelos próprios gestores das unidades.

Serão avaliados pontos como número de saídas (altas e transferências), de cirurgias diárias por sala, média de permanência dos pacientes, volume de partos, taxa de cesarianas, taxas de ocupação e de mortalidade. O método permite à direção dos hospitais identificar gargalos e até eventual ociosidade em alguns setores ou especialidades, de modo a aperfeiçoar a gestão das unidades. Os resultados aguardados incluem aumento de produção, eficiência administrativa e financeira, além de uma equipe mais motivada e participativa.

Os estabelecimentos que alcançarem 100% das metas receberão, a cada três meses, R$ 300 mil para investir em itens que aumentem o conforto e as condições de trabalho, como a ampliação de refeitório, áreas de descanso, aquisição de uniformes ou cursos para os funcionários. Se as metas forem atingidas parcialmente, o repasse do bônus será proporcional à porcentagem alcançada. A avaliação será feita pela SMS mediante apresentação de planilhas mensais e de reunião trimestral de avaliação. O destino do bônus conquistado com o alcance da meta será definido pelos gestores de cada unidade.

Participarão da experiência o Hospital Municipal Arthur Ribeiro Saboya (Jabaquara); Hospital Municipal Carmino Caricchio (Tatuapé); Hospital Municipal Prof. Dr. Alípio Correa Neto (Ermelino Matarazzo) e Hospital Municipal Dr. Fernando Mauro Pires da Rocha (Campo Limpo).

As quatro unidades estão entre as de maior fluxo de pacientes na rede municipal e, juntas, atendem cerca de 110 mil pessoas por mês. As demais unidades da Autarquia Hospitalar Municipal poderão aderir ao longo de 2010. O modelo de metas tem aplicação conhecida em países como a Espanha e junto a hospitais geridos por organizações sociais de saúde (OSS) na rede estadual paulista.

A solenidade contará com a presença do secretário municipal da Saúde, Januario Montone, da superintendente da Autarquia Hospitalar Municipal, Flávia Maria Porto Terzian, e do representante da GesaWorld (assessoria em serviços de saúde), Joan Castillejo, que falará sobre as metas do contrato. Atualmente, a SMS dispõe de 815 equipamentos próprios, sendo 18 unidades hospitalares.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

Comentários

VEJA TAMBÉM