02/10/2010

O Ricardo Cardoso, vice-presidente do Centro de Educação Popular Nossa Senhora da Aparecida, coordenou ano passado uma atividade com os jovens de pesquisa da história do bairro. Selecionei alguns trechos de nossa conversa.

“Em 7 de fevereiro de 1926 aqui foi construída a estação de trem Comendador Ermelino Matarazzo, nome do falecido filho de Francisco Matarazzo. Francisco foi um empresário de visão, que construiu aqui em volta diversas fábricas que produziam os tijolos, latões, parafusos e outros produtos muito utilizados pelo próprio empresário em seus negócios. Aqui onde hoje é o Centro na época era uma floresta de eucaliptos. Por diversificar demais seus negócios e outros empresários se especializarem, acredito que Francisco tenha perdido forças nos negócios e o contraiu diversas dívidas. Logo toda esta área ficou abandonada. Mas antes desse declínio o empresário construiu um bairro aqui para seus funcionários. Até hotel tinha por aqui, o qual abrigava os engenheiros e outros empresários que visitavam a região. Por aqui chegou a ter 3 cinemas, que hoje não existem mais, assim como o hotel e as casas construídas. Com o abandono da área aocupação popular veio crescendo, tendo seu ápice em nas décadas de 70 e 80. No governo de Luiza Erundina, graças a uma união da comunidade, na qual a Sonia Fonseca estava atuando também, conseguiram a oficialização da moradia e o nome do bairro continuou a ser Ermelino Matarazzo”, disse Ricardo.

Há 19 anos, Centro de Educação Popular Nossa Senhora da Aparecida é uma ONG que tem o objetivo de melhorar a comunidade do entorno. Atualmente 280 crianças e adolescentes participam de atividades direcionadas para cada faixa etária. “De uma forma geral, apostamos em atividades socio-educativas, ampliando o universo cultural desses jovens. Para aqueles que já passaram dos 18 anos, damos cursos profissionalizantes e encaminhamos para o primeiro emprego”, disse Sonia Maria Fonseca, coordenadora geral do Centro de Educação, onde também são ministrados cursos de teatro, dança e saraus de poesia.

Localização:Rua Cinturão Verde, 471, Vila Nossa Senhora Aparecida, Telefone: 61426159

Fonte:http://cineb.spbancarios.com.br/?p=1343
Comentários

VEJA TAMBÉM