Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

09/07/2012

Aconteceu no último final de semana (o7/07) , em Ermelino Matarazzo, a defesa do trabalho de conclusão de curso: “Participação popular e movimentos sociais em Ermelino Matarazzo”, do aluno Caio Vinícius da Silveira do curso de Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH | USP Leste). O trabalho de Caio aborda os movimentos sociais de Ermelino Matarazzo no período de 1941 a 2012, compreendendo os principais acontecimentos motivados pela mobilização social local, inclusive a construção do campus USP Leste. A defesa do TCC aconteceu no último sábado na sede da ONG ABRACCI, localizada no bairro que foi tema do trabalho. “Tudo começou com a participação da minha mãe e avó nas reuniões para trazer a USP para Ermelino Matarazzo. Eu acompanhei esse processo muito de perto. Estudar Gestão de Políticas Públicas tem tudo a ver com a minha vivência na comunidade. Além disso, nada melhor que trabalhar e estudar perto de casa”, disse Caio. Não apenas o tema do TCC de caio tem ligação com Ermelino Matarazzo. Atuante há pelo menos 30 anos nos movimentos populares de Ermelino, o Padre Antonio Luiz Marchiori, mais conhecido como Padre Ticão, dividiu a banca com os professores da EACH: Prof. Dr. José Carlos Vaz, e Prof. Dr. Eduardo Caldas.

Para o Padre Ticão, o trabalho de Caio é mais um reflexo positivo da instalação da USP na região: “Conheço Caio e sua família há muitos anos. Fiquei orgulhoso por que pela primeira vez temos um estudo do bairro de um aluno que estudou na USP Leste. Eu gostei muito do trabalho e já sugeri que ele seja editado e publicado como um livro”. O orientador do TCC de Caio, Prof. Dr. Wagner Iglecias, divide a mesma opinião do Padre Ticão. Para ele, “Caio é o aluno que a USP pensou quando veio para a zona leste, pois cresceu na região e veio estudar na USP. Ele está estudando a história política do bairro. É um trabalho histórico, pois ele fez uma varredura da mobilização do bairro nos últimos 70 anos. Como o aluno é do bairro e o tema de seu trabalho também, nós decidimos trazer a defesa do TCC para a comunidade”. O Prof. Dr. Wagner Iglecias foi o mediador da banca.

Fonte: EACH USP LESTE
Comentários

VEJA TAMBÉM