18/02/2013

O policial ambiental de 32 anos que foi morto em uma tentativa de assalto na noite de domingo (17), na Rua Laranja da China, na Vila Jacuí, na Zona Leste de São Paulo, possuía uma moto de luxo. Jefferson Oliver voltava para casa depois de um dia de trabalho quando foi abordado pelos ladrões. A moto, avaliada em R$ 60 mil, chamou a atenção dos criminosos.O policial foi socorrido, mas morreu antes de chegar ao hospital Ermelino Matarazzo.

Um amigo, que preferiu não se identificar, disse que Jefferson era policial militar há 11 anos e que recentemente pediu para trabalhar na polícia ambiental, porque estava com medo da violência em São Paulo.
 
Os amigos contaram que Jefferson costumava ir de carro até o trabalho em Jandira, na Grande São Paulo, mas, como era domingo, ele resolveu pegar a moto, que era uma das paixões do policial.
Assim que parou na calçada da Rua Laranja da China, para atender ao celular, ele foi abordado por dois criminosos. Segundo a polícia, eles pararam com o carro lá embaixo e subiram a rua a pé.
 

A polícia disse que os assaltantes revistaram Jefferson. Quando viram que ele estava armado, deram três tiros e fugiram sem levar nada. A moto ficou na calçada.
 
“Não deve ter dado tempo de pegarem a moto”, afirmou o cabo da Polícia Militar Luís Costa Cavalcante.
 
“[Ele] Não queria mais ficar nas ruas. Ele queria fazer a família ficar tranquila também. Difícil de acreditar que aconteceu isso com ele. Sendo vítima de uma coisa que ele falava”, declarou o amigo.
 
Jefferson deixa uma filha que vai completar 8 anos em março. Ela e o pai planejavam a festa de aniversário.
 
Fonte: G1 e R7, imagem:reprodução Rede Globo

 

 

Comentários

VEJA TAMBÉM