Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

27/09/2016

haddad-1A uma semana das eleições, o prefeito e candidato à reeleição Fernando Haddad (PT) ampliou sua presença na periferia e fez uma caminhada noturna nesta segunda-feira (26) num dos bairros mais carentes da zona leste, onde prometeu até títulos de propriedade para moradores das casas da comunidade.

A estratégia de explorar mais os rincões na reta final teve início no domingo, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve com ele no Jardim da Conquista, região de São Mateus.

É a última chance de reverter sua rejeição também nos extremos da cidade, áreas onde o PT sempre teve alto índice de votos, mas perdeu parte do eleitorado, segundo as últimas pesquisas.

Nesta segunda, Haddad caminhou pelo Jardim Keralux seguido por crianças, comeu milho cozido comprado de um ambulante e levou um CD de forró de uma loja.

O bairro é uma área de ruas de terra ocupadas há cerca de 20 anos que ganhou suas primeiras sete vias asfaltadas no ano passado.

“Vamos terminar de asfaltar as ruas aqui. Estão faltando doze (ruas) . Vamos passar mais uma mão de asfalto e deixar o bairro todo asfaltado”, prometeu Haddad durante discurso dentro de um salão de festas. A área é reduto eleitoral do vereador Vavá dos Transportes, ligado ao sindicato dos motoristas e cobradores.

Segundo integrantes da subprefeitura, o Keralux é motivo de uma pendência judicial que deve resultar em acordo até o fim do ano.

O bairro leva o nome de uma antiga cerâmica que encerrou suas atividades em dívida com o Banco do Brasil, que ficou com o terreno de aproximadamente 400 mil metros quadrados. A administração municipal negocia a entrega total do terreno em troca de uma dívida em IPTU da área.

O acordo beneficiaria cerca de 3 mil famílias, segundo Alberto Nunes, subprefeitura de Ermelino Matarazzo,.

“Com o acordo com o Banco do Brasil, vamos poder passar o título de propriedade para vocês. Ninguém é eterno. Deixar uma escritura para os filhos é muito importante”, afirmou o prefeito.

Fonte: O Diário de Maringá/imagem ilustrativa

Comentários

VEJA TAMBÉM