05/12/2016

amcapra-associacaoApós quarenta anos, a Associação de Moradores, Colaboradores e Amigos da Ponte Rasa e Adjacências (AMCAPRA) obteve a autorização para utilizar uma área pública de 881,7 m² onde desenvolve trabalhos sociais que beneficiam mais de 4.000 pessoas de baixa renda da região. O Termo de Permissão de Uso (TPU) foi assinado na tarde desta sexta-feira (2) pela prefeita em exercício, Nádia Campeão, na sede da Prefeitura, após uma série de reuniões e avaliações feitas ao longo da atual gestão municipal.

O tempo de cessão do espaço é indeterminado, mas o documento dá segurança jurídica para a associação seguir seu trabalho e complementa o Decreto nº 57.469, publicado no Diário Oficial da Cidade (DOC), no último 25 de novembro. Atualmente, o grupo promove entrega de leite para crianças carentes, cursos gratuitos de alfabetização de adultos e pré-vestibular e, em parceria com unidades de saúde do bairro, distribui kits de controle da diabetes e aulas de ginástica, em especial para o público da terceira idade.

“Com esse documento, todos os moradores ficarão mais seguros, porque apesar de ser uma área pública, agora ela é de uso da associação de papel passado. Não vamos mais temer mais ser retirados a qualquer momento e interromper nosso trabalho e poderemos até procurar convênios, que ainda não temos, para oferecer ainda mais para Ponte Rasa e adjacências”, afirmou o presidente da associação, Carlos Aparecido Príncipe, que afirmou que a entidade formulou pedidos para a regularização durante todas as gestões municipais nessas quatro décadas e que somente agora foi encontrada uma solução.

“As atividades deles estão ligadas a história do bairro Ponte Rasa, mas estavam sempre em uma situação não regularizada. Agora, com esse termo, eles terão segurança para poder dar continuidade a essa história de luta bonita de tantas e tantas famílias da zona leste”, disse a prefeita em exercício, Nádia Campeão.

Comentários

VEJA TAMBÉM