Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

19/11/2011

Rodrigo Ciríaco volta mais maduro em seu segundo livro e apresenta suas 100 mágoas ou textos escritos sem mágoas.

“Amigos? olha, da minha parte era só isso… 100 mágoas”. Assim é o conto de Rodrigo Ciríaco, que  está na boca (…) de quem aprecia a boa literatura.

O texto, que quando declamado ganha vida a partir da encenação espirituosa do autor, é parte do livro 100 mágoas, lançado hoje, durante o sarau de número 500 da Cooperifa, que completa, nesta mesma data, 10 anos de um movimento que agita culturalmente as periferias de São Paulo e está também inserido na 4ª Mostra Cultural da Cooperifa.

E toda essa festa é merecida. O escritor, parte da literatura marginal que emerge das periferias lança o seu segundo livro. Mais maduro que o primeiro, a obra que se parece com o título e parece, realmente, o desabafo das 100 mágoas de Ciríaco marca o momento de qualidade literária que vem das quebradas.

100 mágoas é o tipo de leitura visceral. Você não a consome. Não dá tempo. Ela faz isso em você bem antes. E faz com poesia. Com conhecimento de causa. Sem (100) perceber, você é tomado por contos como Mãe de aluguel, se sente a Maria, a própria boneca. Se sente preto, branco. O sistema e o descaso. Tem gosto de cuspe derramado em pratos limpos. As letras de Ciríaco acertam contas com a periferia, com o leitor, com a vingança represada durante anos pela mordaça invisível que a sociedade nos impõe. As palavras – magoadas – nas páginas do livro, que traz ainda um projeto gráfico inovador, feito por Silvana Martins, em algum lugar lembram o Sonho Meu e nos fazem saber, obrigatoriamente que o pulso ainda pulsa. E mais, lembranças e imaginações que trazem um coração que sangra, e ao mesmo tempo sorri, como se já soubesse o remédio para a cura.

100 Mágoas é um livro repleto delas, mas, que mesmo assim, quer ser nosso amigo. Vale a pena estender a mão e arriscar um cumprimento?

Eu tive medo. Sabia que se segurasse, não soltaria mais. Fique sim, magoada, mas hoje, também acho que podemos ser amigos. Afinal, por mais doloridas que sejam as memórias, por mais ‘impossíveis’ que sejam os sonhos, por mais tristes que sejam as palavras. É literatura, e da melhor que se pode provar.

Hoje, sou assim porque em determinado momento tive coragem de rasgar o véu da mordaça e falar. Falar sobre o que não é novidade, mas que, com o choque, se torna inédito.

E quando você termina de ler, pensa: Cansei, mas é aí que tudo começa. A sensação de ter tontura, após uma pancada no estômago não vai embora com o ponto final. Permanece por vários dias. Vira raiva. Raiva da vida, do autor, do desgraçado-filho-da-puta-que-pariu-estas-letras-e-está-me-fazendo-pensar-assim-na-vida, mas, ela passa e eu também acho que podemos ser amigos, enfim. Da minha parte era só isso (…)

Quando lançou o primeiro livro, o “Te Pego lá fora”, Ciríaco colocou nas ruas um estilo único, que manteve aprimorado em 100 mágoas, por que olha, eu também acho que podemos ser amigos. Da minha parte era só isso (…)

Sobre o Autor

Rodrigo Círiaco é educador e escritor. Coordena há cinco anos em uma escola pública da periferia de São Paulo o projeto de incentivo a leitura, escrita e criação artística, Literatura (é) Possível, na qual desenvolve oficinas de literatura e teatro, encontros com poetas e escritores e mensalmente o Sarau dos Mesquiteiros, que acontece todo último sábado de cada mês, na própria escola .

Autor do livro de contos “Te Pego Lá Fora” (Edições Toró, 2008), participou de vários outros trabalhos como convidado, sendo o último a tradução de alguns de seus contos para o francês no livro “Je Suis Favela” (Anacaona Editions, 2011). É criador e editor do blog Efeito Colateral , além de registrar participações em eventos culturais e literários da rede SESC, Itaú Cultural e FLIP (Festa Literária de Paraty) 2011. Em 19 de outubro lançou o seu segundo livro de contos, “100 Mágoas”, no bar do Zé Batidão, durante o sarau da 4ª Mostra Cultural da Cooperifa.

 

Outros lançamentos previstos:

SARAU DA BRASA: sábado, 03 de dezembro, 19hs

CDC TIDE SETUBAL: sexta, 09 de dezembro, 19hs

 

FICHA TÉCNICA

100 Mágoas

Rodrigo Ciríaco

Edições Um Por Todos

122 páginas

Edição: Rodrigo Ciríaco

 

Informações:

rodrigociriaco@yahoo.com.br

+ 55 11 9457-6708

Fonte: Central hip-Hop

Comentários

VEJA TAMBÉM