Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

29/08/2011

Um sorriso de uma senhora de mais de 90 anos cheia de vida e alegria na Casa da Terceira Idade Tereza Burgolin, em Ermelino Mattarazzo, abriu a minha visita a zona leste de São Paulo neste sábado com as turmas dos cursos de políticas públicas, cidadania e formação de governantes da Escola de Governo.
Foi uma incursão de mais de dez horas na realidade da região que tem mais de 4 milhões de habitantes, ou seja, 40% da população de São Paulo mas que não costuma ser representada desta maneira nos meios de comunicação, no orçamento da cidade, e nos projetos de educação, saúde, habitação e segurança da cidade e do Estado. O esquecimento da elite, porém, não desanima os líderes comunitários da região. Lutas são travadas diariamente para conseguir melhorias e muitas coisas estão sendo feitas com ajuda mínima do Estado.
Padre Ticão é um ícone na Zona Leste. Em meia hora de conversa ele nos apresentou os principais problemas e soluções. “Eu costumo dizer: não adianta só chegar com o problema, me traga também três soluções”. Entre as necessidades mais gritantes estão: falta de creches; déficit habitacional e moradias irregulares; a questão dos bolivianos; a violência contra os idosos; a falta de vagas nos hospitais. A corrupção e o desvio de recursos foram apontados pelo padre Ticão como os principais obstáculos para vencer a desigualdade. “O dinheiro não chega na ponta. Se a população for rastrear o dinheiro ficará horrorizada”.

Fonte: Blog da Fabíola Cidral, CBN

Comentários

VEJA TAMBÉM