22/01/2010


O prefeito Gilberto Kassab (DEM) sancionou em dezembro de 2009 o projeto de lei do vereador Jamil Murad (PCdoB) que homenageia Antonio de Almeida Soares, o Tom, com a denominação da praça construída entre as ruas João José de Queiroz e a rua João Cândido de Lima, na vila São Francisco, em Ermelino Matarazzo.

Tom nasceu e cresceu em Piratininga, interior de São Paulo. Aos 17 anos tornou-se estudante de filosofia e teologia no Seminário Diocesano. Foi padre e militou na JOC, onde foi dirigente da Juventude Operária Católica. Em 1.972 filiou-se ao Partido Comunista do Brasil e juntamente com a sua companheira, Ana Martins, foi viver no interior da Bahia desenvolvendo trabalho popular de apoio à guerrilha do Araguaia.

Nas palavras do vereador Jamil Murad (PCdoB), Tom foi um revolucionário aguerrido e consequente até o fim da vida, “associando firmeza e ternura, seriedade e alegria”. Participou de lutas do movimento operário, popular, de trabalhadores rurais contra a carestia, pelo fim do regime militar e pela Anistia ampla, geral e irrestrita.

Na militância do PCdoB, Tom viu o fim da ditadura militar e a conquista da constituinte de 1988 e inúmeros êxitos democráticos na cidade de São Paulo, além da vitória do Presidente Lula, em 2002.

“Tom tinha uma qualidade especial que era a fé inabalável no futuro socialista, mas construído com trabalho e paciência, diálogo com os trabalhadores e com o povo mais simples”, completou Jamil.

Atuação na capital

Os bairros de São Miguel Paulista, Itaim e Ermelino Matarazzo foram localidades da zona leste em que Tom teve atuação destacada. Ele sempre defendeu o desenvolvimento da região, a renovação da estrada de ferro e da linha do metrô, a implementação da universidade pública federal e a organização das associações de moradores de bairro.

“Foi um militante valoroso, dedicado ao partido e ao desenvolvimento popular. Nunca se omitiu às tarefas assumidas; até os últimos momentos de sua vida queria participar das reuniões e conferências do Distrital de São Miguel”, relatou Ana Martins, companheira de Tom.

A praça de lazer e recreação que recebeu a denominação de Antonio de Almeida Soares foi fruto de abaixo assinado dos moradores da Vila São Francisco e adjacências.

Comentários

VEJA TAMBÉM