23/03/2018

Vários órgãos públicos municipais de Ermelino Matarazzo se juntaram ao movimento grevista  contra Projeto de Lei da Gestão Dória que prevê aumenta na carga de contribuição previdenciária dos servidores e manutenção de sucessivos reajustes anuais de 0,01 %. Na manifestação semana passada uma servidora lotada em São Miguel Paulista teve o nariz fraturado e hoje o Prefeito suspendeu visita que faria à inauguração do Poupatempo na sede da Prefeitura Regional para evitar confronto com os grevistas.

A greve dos professores da rede municipal de São Paulo, que começou no dia 8 de março, atinge 93% das 1.550 escolas da administração direta, ou seja, que são administradas pela própria Prefeitura com o auxílio de funcionários públicos. A Secretaria Municipal da Educação não possui a estimativa de alunos afetados com a greve, mas informa que as aulas perdidas serão repostas e orienta os pais a ligarem para as escolas antes de enviarem seus filhos para confirmar se haverá aula.  A Secretaria da Saúde não apresentou dados oficiais e um dos órgãos fechados na Avenida Paranaguá é o Centro de Referência em Assistência Social.

Comentários

VEJA TAMBÉM