Envie esta notícia para seus amigos de Ermelino e Ponte Rasa

07/02/2018

Em um decreto assinado na terça-feira (6) e publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (7), o governador Geraldo Alckmin (PSDB) demitiu o tenente-coronel da reserva e ex-chefe do setor de licitações do comando-geral da PM (Polícia Militar) José Afonso Adriano Filho, preso há dez meses. Ele é acusado de ter desviado dos cofres públicos R$ 200 milhões, entre 2005 e 2012 utilizando como justificativa Empresas deErmelino Matarazzo. A demissão ocorreu no mesmo dia em que o governador afirmou, em um evento na Prefeitura de São Paulo, que exige “tolerância zero” contra policiais suspeitos de crimes.De acordo com o decreto, Adriano Filho foi demitido porque o processo que aponta desvio de recursos do Estado julgou a conduta dele indigna e incompatível com a função de um oficial da PM. Além da demissão, ele não terá direito aos valores recebidos como oficial desde o dia 27 de setembro.

Saiba mais sobre o caso clicando aqui 

Fonte:Uol/imagem arquivo

Comentários

VEJA TAMBÉM