29/07/2015

Dia 9 de agosto, a partir das 15h, a Travessa Elegia de Agosto, em Ermelino Matarazzo, Zona Leste da Capital recebe a “Mostra de Arte Pública”, que contará com apresentações de quatro espetáculos gratuitos.

O evento é parte das ações do projeto “Circuito de Arte Pública e Cultura Colaborativa”, e contará também nos dias 5, 6, 7 e 10 de Agosto com uma oficina de cobertura colaborativa que acontece no CEU Quinta do Sol (Av. Luiz Imparato, 564 – Parque Cisper, São Paulo) onde os participantes aprenderão a utilizar recursos simples e disponíveis em celulares, tablets e computadores para alimentar ferramentas de difusão digital,como, Youtube, Vimeo, Blogspot,Rádios Web, Facebook entre outros.

Os participantes terão como exercício pratico a cobertura da mostra, e a posterior difusão do conteúdo, gerando assim uma rede de troca de conhecimentos e informações, e empoderando o jovem sobre as ferramentas de comunicação social.

Confira a programação completa da mostra:

15h- “A Gata Ingênua”- Cia Teatral Aos Quatro Ventos

Em uma fazenda do interior, vive um casal de velhinhos, que tem como animal de estimação uma gata pra lá de preguiçosa. Nessa casa surge um rato devorador que vive acabando com a dispensa da fazenda, o casal se vê num problema que não sabem como resolver, assim, ambos ordenam que a gata capture o rato, caso contrário ela irá morar na rua. A gata, assustada com a situação se vê obrigada a caçar o roedor, porém, por ser preguiçosa e ingênua ela não se importa em aprender a ler e escrever, por isso não sabe o que é um rato. O rato, muito esperto e malandro, se aproveita da situação e finge ser amigo da gata, dando falsas informações de como seria um rato, envolvendo os outros animais da fazenda nessa mentira, como: a galinha, o cachorro e até mesmo uma rã. A partir daí, eles embarcam em grandes confusões, despertando muita diversão e euforia no público

16h- “Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto”- Grupo de Circo Teatro Palombar

Sinopse: O espetáculo conta a história de Dimbo, um vendedor de pipocas que tinha o sonho de ingressar no circo até que um dia se depara com uma trupe que o convida a acompanhá-los. A partir daí, ele mergulha na memória do circo e, numa narrativa divertida e envolvente, conta a história do circo através dos tempos.

18h- Era Uma Vez Um Rei- Grupo Pombas Urbanas

Um grupo de mendigos se encontra no final de tarde na cidade. Com latas, plásticos e papelões eles “criam” o espaço onde vivem, descansam e fazem festas. De suas relações nasce uma brincadeira na qual, a cada semana, um deles será rei, depois presidente e em seguida, ditador. O jogo humano e imaginativo se torna intenso e esses mendigos saem da realidade em que vivem para representar as relações de poder da mesma sociedade que os marginaliza.

 

 

 

 

 

Fonte: Catraca Livre

Comentários

VEJA TAMBÉM