21/05/2011

Mais um vereador paulistano estaria envolvido em um suposto esquema de desvio de donativos. Após as denúncias envolvendo Ushitaro Kamia (DEM), desta vez seria Adolfo Quintas, do PSDB, que ilicitamente estaria retirando roupas, alimentos e brinquedos recolhidos pela Defesa Civil e distribuindo-os em ONGs – tudo em troca de votos para as próximas eleições.

As informações são do repórter da Rádio Bandeirantes Agostinho Teixeira, que apresentará formalmente as denúncias ao Ministério Público.

A reportagem feita no programa de rádio do José Luis Datena, mostra uma gravação com um presidente de uma ONG, que resolveu tirar “um peso da consciência” ao revelar o esquema. Segundo o denunciante, caminhões de donativos chegaram à sua entidade em 2008 enviados pela Defesa Civil; em troca do repasse, a organização teria que pedir votos para o vereador Adolfo Quintas. Eram tantos itens que chegavam, que o diretor resolveu fazer um brechó, para angariar fundos com o material vendido.

Segundo a reportagem da rádio, outra entidade foi procurada, chamada ASSOCAM, uma ONG preocupada com a “valoração humana”, conforme seu blog enuncia. O tesoureiro da associação, Sylvio Sena, é também agente da Defesa Civil.

Em gravação, Sena teria confirmado fazer doações para moradores carentes em nome do vereador Adolfo Quintas, pedindo votos em troca. “A gente nem sabe o número de votos que deu para ele. Uns seiscentos votos a associação conseguiu”. O tesoureiro disse não saber a origem dos donativos: “o vereador é que sabe”.

Procedimento para investigar vereador Kamia

Na terça-feira, a Câmara Municipal resolveu abrir um procedimento para investigar o vereador Ushitaro Kamia (DEM). A Corregedoria se reuniu, verificou o que foi levantado pela reportagem da Rádio Bandeirantes e decidiu pela abertura. O Corregedor Marco Aurélio Cunha (DEM) já indicou o relator do caso, que será o vereador Celso Jatene (PTB). Ao final do processo, caso seja apurada a responsabilidade de Kamia, a punição pode ir desde uma advertência formal ate a cassação do mandato.

Denúncia

Rádio Bandeirantes veiculou, no início do mês, uma notícia sobre o desvio de donativos que deveriam ser enviados para as vítimas das chuvas no Rio de Janeiro. Os produtos, que foram entregues pela população à Defesa Civil de São Paulo, ficaram esquecidos no galpão e agora estão sendo desviados para escritórios de vereadores, entre eles Ushitaro Kamia (DEM), que os trocam mediante a apresentação de título de eleitor.

A denúncia chegou às mãos do repórter Agostinho Teixeira, que está na emissora há 15 anos. Segundo Teixeira, ele recebeu a informação por meio de uma carta, pelo correio. “Chega muita carta ainda, manuscrita, impressa, sem identificação. Nesse caso, tinha dados que era possível perceber a consistência das informações, deu para ver que a pessoa tinha conhecimento do assunto”, conta. A partir daí, o repórter começou a checar as informações e viu que a história tinha fundamento.

De acordo com Teixeira, a história ainda não acabou, existem detalhes que ainda estão sendo apurados. “Essa correspondência possivelmente é de uma pessoa lá de dentro [da Defesa Civil], e tem mais uma parte, mas ainda estamos apurando”, comenta.

Fonte: Band

Comentários

VEJA TAMBÉM