25/02/2013

Teve início mais uma edição do Programa de Educação para o Trabalho (PET), parceria entre Instituto Alana, Senac, Votorantim Metais e Instituto Votorantim. O programa tem por objetivo desenvolver competências básicas de jovens com idade entre 15 e 18 anos para facilitar o ingresso ao mercado de trabalho. Desde que teve início, já beneficiou 626 jovens e colaborou com 63% deles na conquista do primeiro emprego.

O PET busca desenvolver nos alunos percepção crítica, iniciativa, discernimento e criatividade. “Entre as competências que o programa trabalha estão o espírito de cooperação, a capacidade de trabalhar em equipe, de relacionamento, de transferir conhecimentos da vida cotidiana para o ambiente de trabalho e vice-versa, de assimilar e empreender mudanças, entre outras”, explica Simeia Ferreira Soares, coordenadora pedagógica do Instituto Alana.

A consultora de Desenvolvimento Social do Senac, Cristina de Oliveira Silva, explica que outra preocupação do projeto é contribuir para a formação dos valores dos participantes. “Trabalhamos referências éticas, que contribuam com as relações sociais, influenciando os padrões de desempenho profissional e de cidadania”.

Cada edição do programa tem duração de seis meses e carga horária de 330 horas. São duas turmas de 30 alunos, uma no período matutino e outra, no vespertino. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira. O curso tem duração de seis meses e é aberto a jovens que estejam cursando ou tenham concluído o 9º ano do Ensino Fundamental.

A grade do programa também prevê atividades complementares, como visitas a empresas e organizações para que os jovens possam ter contato com profissionais e conhecer melhor as atividades que desempenham. O PET ainda possibilita a visita a teatros, museus e cinemas como forma de estimular o gosto pela cultura. Ao final do programa, os jovens têm a oportunidade de participarem de um período de experiência dentro de uma companhia, tendo a oportunidade de vivenciar situações reais do mercado de trabalho.

“O Grupo Votorantim, como um dos principais conglomerados do país, sabe do seu papel como agente propulsor das melhores práticas de responsabilidade social. O apoio da Votorantim Metais, por meio da sua unidade de São Miguel Paulista, ao PET está em linha com a visão da companhia de promover e apoiar iniciativas que contribuam para o desenvolvimento das comunidades em que suas unidades estão instaladas”, afirma Ricardo Barbosa, diretor de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da Votorantim Metais.

Interessados em participar de uma das turmas do segundo semestre de 2013 devem procurar Regiane ou David, na recepção da unidade do Instituto Alana, situada na Rua Borboleta Amarela, 481, Jardim Pantanal. Os telefones são (11) 2586-4559 ou 2584-4822.

O próprio Instituto Alana conta com 18 colaboradores que passaram pelo programa. Na Votorantim Metais, seis funcionários já foram contratados após passarem pelo projeto.

Sobre o Instituto Alana

O Instituto Alana é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que trabalha em várias frentes para encontrar caminhos transformadores que honrem as crianças, garantindo seu desenvolvimento pleno em um ambiente de bem-estar. Com projetos inovadores, que vão desde a ação direta na educação infantil e o investimento na formação de educadores até a promoção de debates para a conscientização da sociedade, o Instituto Alana tem o futuro das crianças como prioridade absoluta. Informações: www.alana.org.br.

Sobre a Votorantim Metais

A Votorantim Metais é uma empresa do Grupo Votorantim, um dos maiores conglomerados empresarias da América Latina. A companhia possui dezessete unidades: onze no Brasil, quatro nos Estados Unidos, uma na China e uma no Peru. A Empresa é a maior fabricante de níquel eletrolítico da América Latina, líder no mercado brasileiro de alumínio e uma das cinco maiores produtoras de zinco do mundo.

Sobre o Instituto Votorantim

Ao completar 10 anos, o Instituto Votorantim se fortalece como agente propulsor das práticas de responsabilidade social da Votorantim. A instituição foi criada em 2002 para qualificar o investimento social da empresa, a partir da identificação de oportunidades que gerem valor para a sociedade.

Com presença em mais de 300 municípios no Brasil e outros países, o Instituto orienta as unidades de negócio em ações voltadas ao desenvolvimento local sustentável, contribuindo para o a melhoria da qualidade de vida  das comunidades dessas regiões. O Instituto promove ações no campo da educação, geração de trabalho e renda, cultura, preservação e fortalecimento de direitos infanto-juvenis, entre outros.

 

 

Comentários

VEJA TAMBÉM